November 4, 2013

Rapidinha de segunda-feira: porque não fazer o jogo em pt-br?

Esse update é destinado aos jogadores brasileiros, pra responder ao que acho ser o questionamento mais comum de gamers brasileiros sobre jogos feitos por empresas brasileiras: "Se a empresa é brasileira, porque não fazer o jogo em português?". Resolvi responder em uma postagem aqui no blog, assim posso redirecionar pra cá sempre que ver alguém perguntando sobre isso em outro lugar.

A resposta é muito simples: fazer jogos custa uma bela grana, e não temos gamers brasileiros pagantes em quantidade suficientes pra justificar fazer um game somente em português. Muitos vão discordar dessa afirmação, mas aguenta firme que eu ainda vou expandir essa idéia.

Fazer um jogo que seja facilmente localizado adiciona uma gordura adicional de complexidade, e aumenta o custo e o tempo de desenvolvimento. Para um jogo com fundos limitados e de uma empresa ainda não estabelecida, como é o caso do Adventurezator e da Pigasus Games, na minha opinião é mais seguro implementar o jogo em apenas uma língua, e depois localizar conforme o sucesso dele sugerir que seja economicamente viável. Na verdade essa decisão também depende bastante se o jogo é um jogo de 'long-tail' ou de 'short-tail', mas acho que não faz sentido eu sair do foco pra expandir sobre isso agora.

Durante a nossa campanha no Kickstarter, a diferença de comportamento dos brasileiros ficou bem clara. Deu pra ver que temos sim, muitos brasileiros interessados por jogos - depois que saiu uma matéria sobre a gente no Arena IG, tivemos MUITAS visitas à nossa página no Kickstarter - em dois dias tivemos o mesmo número do visitas que tivemos nas duas semanas anteriores! O crescimento da grana recebida, no entanto, foi quase imperceptível. A nossa taxa de conversão (percentual de pessoas que doavam após terem assistido o vídeo) antes da matéria era ótima pra uma empresa desconhecida, de cerca de 10%. Mas a taxa de conversão dessas visitas de brasileiros vindos do Arena IG era menor do que 0.5%!

Entendo que o site estava em inglês, e necessitava de um cartão de crédito internacional pra fazer a doação, mas isso não é o suficiente pra justificar uma diferença tão grande. Outros desenvolvedores brasileiros já focaram esforços em fazer seus jogos em português, com foco de marketing pro lado de cá, reportando quase metade dos downloads de seus jogos vindos de brasileiros, mas com uma taxa de conversão 10 vezes menor quando comparados aos americanos.

A triste realidade é que comparativamente, os brasileiros ainda não tem a cultura de pagar por jogos quando possível. Creio eu que pra ser economicamente viável, um jogo focado em português teria que usar o modelo freemium ou de assinatura - eu evito ambos tanto como jogador como desenvolvedor, por diversos motivos que não vou entrar agora. Até que os brasileiros nos provem o contrário (com a carteira, não com comentários furiosos), temos que focar o nosso curto tempo onde tudo indica termos as melhores chances de obter sucesso.

Caso o jogo tenha sucesso, a localização pra português com certeza vai ser a primeira a ser feita. Nada nos deixaria mais feliz do que ter o jogo em português com uma base saudável de usuários brasileiros pagantes jogando ele.

Mas se os brasileiros querem mesmo ver mais jogos sendo feitos de brasileiros para brasileiros, a mudança de comportamento tem que começar por eles - eu estou fazendo a minha parte, e não baixo um jogo pirata ha mais de 3 anos. E você?

2 comments:

  1. Não encontrei em seu texto nenhum argumento que realmente justifique o fato do jogo não estar em seu idioma nativo. Se vc quer que o brasileiro o apoie, então faça por merecer, pois quem tem que provar algo aqui é vc, é você quem está precisando.

    Você tem que definir o seu publico alvo, e agradá-lo, se esse publico não é o brasileiro, então não fique choramingando porque só 0,5% apoiou, pois nem suporte ao nosso idioma vc oferece! Aposto que vc ficava praguejando quando pegava um novo jogo de preisteicho, e via que tinha suporte pra 40 idiomas, menos o PT, agora vem com essa falta de consideração. Se dá ao trabalho de traduzir para o inglês, mas não coloca texto em PT. Que apoio vc quer que eu te dê cara? Legendas em português são o mínimo a se esperar. Algo que usuários de fóruns fazem de graça, só pra ajudar a comunidade, e vc fica se fazendo, falando em carteira...

    Vc diz que os brasileiros não tem a cultura de pagar por jogos, o que eu acho equivocado de sua parte, se tratando do 4° maior mercado, com 40 milhões de usuários, e um movimento de mais de R$ 8 bilhões em 2013. Mas com tantos jogos legais no mercado, com tanta concorrência, que incentivo eu tenho pra pagar pelo seu??? O fato de ser um indie brasileiro é um incentivo, mas se nem os próprios desenvolvedores dão importância ao mercado nacional, aí fica dificil fera.

    Será um bom jogo? Creio que sim, mas como não há empenho nenhum dos desenvolvedores (a não ser que verdinhas comecem a balançar) em oferecer a melhor experiência de jogo para seus compatriotas, e sabendo como é fácil piratear um jogo, ainda mais do steam, que nem de crack precisa, não espere mesmo muito mais que 0,5% de pagantes.

    ReplyDelete
  2. Vou responder rapidamente com algumas colocações adicionais, porque a minha posição já tá disposta ali em cima, por mais que ela não agrade a todo mundo:

    - A gente pretende localizar pra português, MESMO QUE ISSO NÃO SEJA ECONOMICAMENTE VIÁVEL.

    - Mas isso vai levar algumas semanas, e como tempo é dinheiro, não temos grana pra isso agora - a gente é bem indie, e é com muito pesar que eu tenho que escolher as minhas batalhas e definir o que dá pra cortar/postergar e o que não dá.

    - 40 milhões de jogadores de video games é bem diferente da quantidade que jogam em PCs e gastam com jogos na Steam. Jogadores de Banco Imobiliário também são jogadores, mas em um outro mercado.

    - A gente gosta muito dos brazuca que ajudam a gente e os outros brazuca a ganharem mais visibilidade, mesmo sem poder no momento oferecer o jogo em portugues. Mas eu entendo perfeitamente se isso for um deal-breaker (é, desculpa mas não to conseguindo pensar em uma expressão em portguês pra isso) pra você e você quiser esperar por uma versão em portugues pra dar o seu suporte. Só não entendo se for piratear o jogo, se achando em pleno direito de fazê-lo pela falta de localização dele.

    ReplyDelete